1ª Copa Oeste de Capoeira

8 a 10 de julho de 2022 - Foz do Iguaçu - Paraná

Regulamento

1ª Copa Oeste de Capoeira 2022

1° COPA OESTE DE CAPOEIRA

07 a 10 de julho de 2022 – Foz do Iguaçu/PR

REGULAMENTO GERAL DA COMPETIÇÃO

1. DAS INSCRIÇÕES

1.1 As inscrições deverão ser realizadas através do preenchimento do formulário “Ficha de Inscrição 1° Copa Oeste de Capoeira”, disponível em https://copaoeste.capoeirapedagogica.com.br/euvou, na mesma página efetue o pagamento via Pix e clique em ENVIAR COMPROVANTE selecionando uma das opções: WhatsApp ou Telegram. Você receberá um email com seus dados: Nome de usuário, link para alteração de senha, etc.
Com dúvidas ou dificuldade na sua inscrição solicite suporte clicando aqui.

1.2 Para cada inscrição, será cobrada uma taxa de R$70,00, veja os valores e datas limite. Confirme o pagamento de acordo com os dados abaixo: BANCO DO BRASIL, AG. 3391-X, CONTA CORRENTE: 15320-6, FAVORECIDO: Associação de Capoeira Pedagógica, PIX: 17031743000121.

1.3 A inscrição do competidor será validada mediante confirmação do recebimento da ficha de inscrição e comprovante de pagamento.

1.4 Somente serão aceitas inscrições até 1 (uma) hora antes do congresso técnico, desta forma, não sendo aceitas inscrições no dia do evento.

1.5 Os competidores deverão preencher e assinar o documento “Termo de Responsabilidade e Acordo de Implicação de Riscos”, disponível em https://copaoeste.capoeirapedagogica.com.br/termo, o qual deverá ser entregue ao Comitê Organizador do Evento pelo menos 1 (uma) hora antes do início da competição. Para menores de 18 (dezoito) anos, este documento deverá ser assinado pelo responsável legal.

1.6 Pelo menos 1 (uma) hora antes da competição, o competidor receberá um número impresso em tecido para identificação da arbitragem e jurados durante as competições, o qual deverá ser devolvido à Comitê Organizador da Competição quando do término da competição.

1.7 A entrega ao competidor do seu número de identificação somente se dará mediante entrega do Termo de Responsabilidade e Acordo de Implicação de Riscos ao Comitê Organizador do Evento.

2. MODALIDADE

2.1. A modalidade será de jogo de capoeira masculino e feminino individual.

3. DAS CATEGORIAS

3.1. A competição será de caráter aberto, individual, sendo a mesma sem divisão de peso e obedecendo à divisão de categorias de acordo com idade e graduação. Competidores de quaisquer grupos de capoeira serão incluídos nas categorias abaixo de acordo com graduações equivalentes, verificadas no congresso técnico.

3.2. Qualquer possível alteração de categoria será divulgada na página oficial do evento, bem como nas redes sociais da entidade organizadora.

3.3. Serão divididas em 5 (cinco) categorias adulto masculino, 5 (cinco) categorias adulto feminino, 1 (uma) categoria juvenil masculino, 1 (uma) categoria juvenil feminino, 1 (uma) categoria infanto-juvenil e 1 (uma) categoria infantil, a saber:

3.3.1. Categorias adulto masculino

A: Monitores, instrutores, professores e contramestres

B: Avançados (Cordas verde, verde-vermelha e verde-azul)

C: Intermediário II (Cordas laranja e laranja-verde)

D: Intermediário I (Cordas cinza-amarelo, amarelo e amarelo-laranja)

E: Iniciantes (Cordas crua e cinza)

3.3.2. Categorias adulto feminino

A: Monitoras, instrutoras, professoras e contramestras

B: Avançados (Cordas verde, verde-vermelha e verde-azul)

C: Intermediário II (Cordas laranja e laranja-verde)

D: Intermediário I (Cordas cinza-amarelo, amarelo e amarelo-laranja)

E: Iniciantes (Cordas crua e cinza)

3.3.3. Categorias menores de idade

Juvenil masculino: de 14 a 17 anos

Juvenil feminino: de 14 a 17 anos

Infanto-Juvenil: de 10 a 13 anos (misto)

Infantil até 9 anos (misto)

NOTA: O número de categorias poderá sofrer alteração caso não atinjam o número mínimo de atletas (5 atletas), à critério da organização do evento.

4. DO CONGRESSO TÉCNICO

4.1 O congresso técnico com os técnicos dos competidores participantes será realizado em até 24 (vinte e quatro) horas antes do início das competições, de maneira presencial e remota. Para os técnicos que desejarem participar de maneira remota, será enviado o link da sala remota com antecedência de até 72 (setenta e duas) horas.

4.2 O congresso técnico tratará exclusivamente de assuntos ligados à competição, tais como: normas gerais, aferição de implementos, além de outros assuntos correlatos.

4.3 Após as inscrições de atletas realizadas dentro dos prazos estabelecidos neste regulamento, os competidores serão confirmados nas referidas categorias durante o congresso técnico. Caso o técnico não se faça presente no congresso técnico, serão confirmados os competidores em suas categorias de acordo com o formulário de inscrição submetido regularmente dentro dos prazos estabelecidos.

4.4 O técnico que não se fizer presente estará automaticamente acatando as decisões tomadas no referido congresso técnico.

4.5 Fica a critério do Comitê Organizador da Competição, a qualquer momento, realizar alterações no Sistema de Disputa da Competição, com possibilidade de acréscimo ou diminuição no número de jogos, inclusão ou exclusão de categorias, ou outras alterações.

4.6 Toda e qualquer possível alteração será divulgada na página oficial do evento, bem como nas redes sociais da entidade organizadora.

5. DAS COMPETIÇÕES

5.1. Cada competidor receberá um número de identificação para arbitragem, que deverá ser fixado na face anterior da camiseta, à altura do peito do competidor, e estar nítido durante todo período das competições inclusive durante a premiação.

5.2. Antes do início da competição de cada categoria, será realizada uma roda com duração máxima de 10 (dez) minutos, não válida para fins de pontuação, onde os competidores poderão ou não utilizar para aquecimento.

5.3. Cada competidor será chamado para realização de 3 (três) jogos com adversários distintos: 1 (um) jogo no ritmo de São Bento Pequeno de Angola e 2 (dois) jogos de São Bento Grande de Angola, com duração de 1 (um) minuto cada jogo, os quais serão avaliados por no mínimo 2 (dois) árbitros.

5.4. Cada árbitro atribuirá notas individuais (de 1 a 10) a cada jogo de cada competidor, avaliando os dois competidores em cada jogo de acordo com o volume de golpes e técnica, com base nos seguintes critérios: fundamentos e tradições, domínio dos movimentos, harmonia, criatividade, objetividade e destreza.

5.5. A execução dos golpes será observada criteriosamente pelas suas condições de aplicação, intenção e intensidade, de modo a nunca deixar o adversário em situação de inferioridade física. Em nenhuma hipótese serão aceitos golpes que ofendam a integridade física do adversário, tampouco serão aceitas atitudes violentas durante as lutas.

5.6. Caberá aos árbitros, além das adjudicações de pontos, também o julgamento de quaisquer flagrantes de intenção antidesportiva ou antiética, apresentada por qualquer competidor participante, culminando com a aplicação do cartão amarelo ou vermelho, bem como também intervir na luta em andamento, se julgar o flagrante passível de intervenção imediata ou se por outro lado o competidor não puder continuar.

5.7. Serão penalizados com cartão amarelo os competidores que inferirem golpes que possam ofender a integridade física e moral do adversário ou com falta de controle de intensidade (para os golpes ofensivos). Serão ainda PROIBIDOS os seguintes golpes: ponteira, soco, galopante, telefone, cotovelada, cabeçada traumatizante, agarrões e finalizações, sendo o executor penalizado com cartão vermelho.

5.8. Para fins de desempate de pontuação, um novo jogo será realizado entre os competidores empatados.

6. DA ORDEM DISCIPLINAR

6.1. No intuito de manter o ordenamento disciplinar serão aplicáveis as seguintes penalidades:

– CARTÃO AMARELO: Situação de advertência ao competidor por atitudes incompatíveis com o presente regulamento, aplicável por no máximo duas vezes, sendo que persistindo a situação, proceder-se-á a exclusão dele, utilizando-o em caso de empate. Para cada cartão amarelo recebido, o competidor perderá 1 (um) ponto na somatória final de pontos.

– CARTÃO VERMELHO: Desclassificação e expulsão do competidor da competição, independentemente da aplicação ou não de advertências anteriores.

7. AREA DE COMPETIÇÃO

7.1 A área de competição consistirá em um círculo estabelecido em piso duro, não escorregadio, de 3,00 (três metros) de diâmetro, para todas as categorias EXCETO a infantil.

7.2 Para fins de segurança, a categoria infantil utilizará piso acolchoado (tatame de EVA), com área de jogo de 4 (quatro) metros quadrados.

8. SISTEMA DE COMPETIÇÃO

8.1 Este regulamento se fundamenta no Jogo da Capoeira tendo como meta o alcance dos objetivos da capoeira, portanto, buscar-se-á sempre como objetivo máximo deste regulamento, o alcance de disputa limpa e justa, resguardados os aspectos das estratégias tradicionais da Capoeira, consagrados pela ginga e artifícios característicos.

8.2 Sistema de competição será por eliminatória simples, onde os competidores disputarão no mínimo 01 (um) jogo.

8.3 Haverá 1 (um) Árbitro Central para coordenar a entrada, saída e desenvolvimento das lutas e no mínimo 2 (dois) árbitros laterais que avaliarão os quesitos: Volume de Golpes e Técnica.

9. DA INDUMENTÁRIA E PROTEÇÃO

9.1. Todos os competidores deverão estar uniformizados com: calça branca de helanca branca, com comprimento na altura dos calcanhares, e camiseta de malha branca e mangas curtas, com número do competidor fixado na face anterior da camiseta, à altura do peito.

9.2. Os competidores deverão estar descalços, com unhas aparadas, não podendo utilizar objetos metálicos ou perfurantes que possam colocar em risco a segurança de seu adversário, tais como: colares, piercing, anéis, pulseiras, brincos, fitas em couro ou plástico, etc., devendo os competidores serem inspecionados antes do início de cada jogo.

9.3. Será permitido o uso de equipamentos de proteção não perigosos, tais como, protetores de boca, coques, joelheiras, cotoveleiras, desde que confeccionados com materiais maleáveis, leves e acolchoados.

O Comitê Organizador da Competição proverá materiais de socorros de urgência e transporte adequado (ambulância) e maca para possível remoção de competidores.

10. DA ARBITRAGEM

10.1. A postura do corpo de arbitragem: colocar sempre à frente o profissionalismo, uniforme impecável, ser imparcial, atencioso, honesto e ter ciência de que entre os competidores só existem atletas e não mestres, alunos ou grupos, jamais conversar com atletas, técnicos ou plateia, durante as competições ou na área de competição.

10.2. Função do árbitro central: É de fazer a condução dos jogos, interferindo quando necessário.

10.3. Função do árbitro lateral; avaliar a performance de cada competidor e aplicar as notas em súmulas, podendo interferir no jogo, porém com auxílio do árbitro central, nunca diretamente.

10.4. Função de um mesário: Preencher as súmulas com letras, números, nomes e notas legíveis, sem rasurar as súmulas.

10.5. Função de um ritmista: Tocar e cantar conforme ritmo solicitado pelo Diretor Geral da Competição, de acordo com os fundamentos da Capoeira.

10.6. Poderão ser acrescidos tantos árbitros centrais ou laterais quantas forem às áreas de competições designadas para as competições programadas, todos sob a supervisão de um único Diretor de Arbitragem.

10.7. Caberá ao Diretor de Arbitragem a supervisão e o controle de todas as rotinas de arbitragem, dos mesários e do ritmo, bem como a gestão de seus materiais e equipamentos.

10.8. Caberá ao Árbitro Central coordenar a entrada e saída dos competidores em cada jogo, interrompendo-o cada vez que for necessário, observando qualquer atitude antiética ou antidesportiva por parte de qualquer um dos participantes, procedendo conforme o caso, sua desclassificação ou desqualificação, todavia interferindo o menos possível na luta, podendo paralisá-la se julgar que houve perda da continuidade do jogo, ou conforme solicitação dos Árbitros Laterais, assinando a súmula da mesa colocando ao verso da mesma, observações pertinentes à questões de indisciplina que eventualmente possam ocorrer.

10.9. Aos Árbitros Centrais compete também fiscalizar a execução correta do ritmo solicitado para a competição e cronometrar o tempo dos competidores durante os jogos.

10.10. Após o início de cada jogo, o Árbitro Central deverá ficar posicionado fora das áreas demarcadas para as competições procurando interferir no jogo o menos possível, adentrando na Área de Jogo somente em casos em que julgar que deva intervir no interesse de resguardar alguma atitude de antiética ou que venha gerar violência, bem como para chamar a atenção nos casos de falta de continuidade do jogo ou de condição técnica deficiente.

10.11. Caberá aos Árbitros Laterais à atribuição de pontos, que serão anotados na súmula.

10.12. Todos os árbitros deverão estar devidamente uniformizados de acordo com as normas entidade organizadora.

10.13. A equipe de Mesários será composta de seis mesários para a área central de competição, estando todos sob a direção do Diretor de Arbitragem, cabendo aos mesmos o lançamento das notas atribuídas pelos árbitros laterais, na súmula de cada categoria, fazendo a somatória dos pontos e classificação geral dos competidores.

10.14. Todos os mesários deverão estar uniformizados de acordo com a entidade organizadora.

11. DAS PREMIAÇÕES 

11.1. Serão premiados com troféus os competidores classificados em 1º, 2º e 3º lugares, de todas as categorias.

11.2. Serão premiados com medalha de participação todos os competidores das categorias infantil e infanto juvenil.

11.3. Será premiado com troféu o “destaque da competição”, à critério da equipe de arbitragem.

11.4. Todos os competidores receberão certificado de participação no evento.

12. DA FORMAÇÃO DA BATERIA

12.1 A bateria será composta por 3 berimbaus (berra boi, médio e viola), 2 pandeiros, 1 atabaque e um agogô, dispostos de acordo com a formação tradicional do Grupo Muzenza de Capoeira.

13. CONSIDERAÇÕES GERAIS

13.1 Os casos omissos serão resolvidos pelo Comitê Organizador da Competição, não podendo essas resoluções contrariar as regras oficiais e o Regulamento Geral da competição.

1° COPA OESTE DE CAPOEIRA 2022

COMITÊ ORGANIZADOR DA COMPETIÇÃO

Se quiser baixar o regulamento em PDF clique:

0
%